Buscar: Em:
Road Trip Alemanha - Munique e Garmisch-Partenkirchen
 

  
  
25/09/2011

Viajar de moto pela Europa é o sonho da maioria dos motociclistas, sendo que algumas das melhores estradas do planeta estão na Alemanha - algumas sem limite de velocidade -, um convite tentador para cruzar o oceano e desfrutar das qualidades destas rodovias

Fotos e Texto: Johanes Duarte

Nada melhor que viajar para lugares maravilhosos e ainda poder acelerar uma motocicleta. Assim é na Alemanha. A convite da BMW do Brasil, fomos conhecer um pouco da Alemanha e poder curtir um pouco de duas cidades: a moderna e ao mesmo tempo antiga Munique e, na sequência, a pequena e linda cidade da Baviera, Garmisch-Partenkirchen. Muito poderíamos falar de ambas as cidades, principalmente da sua vocação turística e do alto nível para se viver e trabalhar.

Saindo de São Paulo, existem voos direto para Munique ou com escala em Londres (Inglaterra). Chegando a Munique, fica claro que o alto nível das estradas é padrão. Para quem vai pela primeira vez, acredito que a principal dica é utilizar o sistema de metrô, ônibus, táxis ou bicicletas, ou seja, qualquer meio de transporte funciona de maneira exemplar, mesmo para quem não conhece o idioma. Não haverá problemas, pois todas as estações de metrô e até mesmo as paradas de ônibus são muito bem sinalizadas, geralmente com mapas.

A primeira parada na cidade é na praça Marienplatz, no centro antigo, local onde foi fundada Munique, no início apenas uma vila que seria reconhecida como cidade em 1158. Tudo começou com monges que viviam nesta região desde o século VIII e ali construíram a igreja St. Peters, cuja construção é datada do final do século XII. Porém, a mesma foi totalmente destruída por um incêndio em 1368 e reconstruída também em 1368. Depois, novamente seria quase totalmente destruída pelos bombardeios aliados durante a Segunda Guerra Mundial, onde boa parte da cidade ficou em ruínas. No pós-guerra, mais uma vez esta igreja, assim como boa parte da cidade, foi reconstruída com a intenção de ser a mais fiel na sua arquitetura secular. Uma boa dica para ver a cidade do alto é pagar 1,50 euro e subir a pé a escadaria até o alto da torre de St. Peter, onde se tem uma visão de toda a Munique.

Outra linda construção é a catedral de Frauenkirche, que tem como término da sua construção o ano de 1494, e tem em suas torres de 99 metros de altura como base de altura máxima para a construção de novos edifícios no centro da cidade. Sendo isto uma lei da cidade, nenhum empreendimento pode realizar construções mais altas que estas torres da catedral. O seu interior tem um visual gótico e de incrível beleza.

Em volta da praça de Marienplatz existem dezenas de bares e restaurantes com comidas tipicamente alemãs, mas também com opções de restaurantes turcos, chineses e outros. Mas o local é muito mais do que gastronomia. Caminhando por suas ruas laterais, você encontrará lojas de todos os tipos, desde pequenas lojas com souvenirs até grandes e sofisticadas lojas da moda internacional. A cidade de Munique também é conhecida por sua forte presença de empresas como a própria BMW, a Siemens AG e Man AG, além de grandes seguradoras, bancos e outras empresas do setor econômico – aliás, é considerada a região mais rica e de melhor qualidade de vida do sul da Alemanha.

Muitos parques estão espalhados em torno da cidade e com todo tipo de atividades ao ar livre. Um destes parques é o Olympiapark, que foi a sede dos jogos olímpicos de 1972. Depois, o local serviu para a final da Copa do Mundo de 2006. Hoje, boa parte da gigantesca estrutura é utilizada para shows, eventos e atividades culturais. Ao lado do Olympiapark, chegamos no BMW Welt e no BMW Museum, e também o famoso edifício QG da empresa. No BMW Welt - com entrada gratuita - você poderá ver todos os principais modelos da marca, não só de motos, como vários modelos de carros. Para os mais aficionados, a BMW dispõe de uma loja com muitos itens como roupas, acessórios e souvenirs com o logo da empresa - tem até computadores da Apple à venda. Ao atravessarmos a avenida por uma passarela, chegamos ao Museu da BMW, com motos e carros de todos os tempos, além de modelos conceitos e futuristas - um passeio imperdível.

Para quem gosta de museus, Munique tem um dos mais antigos museus de arte natural do mundo, muitos estão espalhados pela cidade e se faz necessário uma pesquisa para a escolha. Tudo isso também pode ser feito a partir de agências de turismo local. Outro entretenimento muito concorrido em Munique são os seus teatros e casas de espetáculos, onde a ópera e música clássica são consideradas, por muitos, como um dos maiores centros de cultura da Europa. Para quem viajar no final de setembro, outra super atração local é o Oktoberfest, que ocorre por duas semanas, finalizando no primeiro final de semana de outubro.

Mas ir à Alemanha na primavera ou verão e não pilotar uma motocicleta é pecado capital. A maioria de suas estradas são de ótima qualidade e algumas sem limite de velocidade (ver box), mas fique atento às leis locais para cada rodovia e seus trechos, porque mesmo as autobahn (Bundesautobahn - seu nome oficial) que são estradas federais, estão sujeitas a limites em áreas de residências; perigosas; em reformas e em outras situações. Veículos e motocicletas de policiais são equipados com radares, e ser pego em velocidade fora do limite ou transgredindo suas determinações com relação a condução de sua motocicleta poderá gerar uma grande dor de cabeça, principalmente não falando alemão. Informe-se antes de entrar nas rodovias para obter mais informações. Quanto a nossa carteira de habilitação, ela é aceita na Alemanha desde que acompanhada de uma tradução juramentada de até 90 dias, tempo da permanência máxima para o turismo no país (não é necessário visto). Para se evitar maiores problemas com o idioma, uma boa solução é levar a carteira internacional de habilitação obtida junto ao DETRAN no Brasil.

Um bom passeio a fazer por uma belíssima região é ir até a cidade de Garmisch-Partenkirchen ao sul do país, quase fronteira com a Áustria. O local é uma típica cidade aos pés das montanhas na Baviera. Famosa por suas montanhas e cultura local, no inverno é a neve que atrai milhares de esquiadores e pessoas que procuram o ar do campo, mas no verão também é um ótimo momento para conhecer - principalmente para nós motociclistas -, já que no inverno a neve e o gelo são constantes nas estradas. A região é repleta de trilhas para enduro, ciclista, caminhada, pesca de truta, camping, enfim, tudo o que trata do outdoor, este é o local. Além do que Garmisch atrai milhares de motociclistas de todo o mundo para o encontro anual da BMW Motorrad Days, onde são mostrados modelos de motos da marca e também da Husqvarna, pista de enduro para test-drive, shows, muita comida e cerveja, e todo tipo de motocicleta BMW para os fãs delirarem, mas tudo com muita organização, limpeza e sem algazarra.

Como pilotar uma motocicleta é estar sempre exposto às intempéries, observe que mesmo no verão as temperaturas no sul da Alemanha giram em torno de 10 a 20 graus em média, portanto roupas do tipo underwear ou segunda pele, feitas em fleece, são necessárias, assim como botas, jaquetas, calças e luvas à prova d’água. Outra dica para viajar à Alemanha é estar com o passaporte em dia, com as reservas de hotel e com a reserva de retorno ao Brasil impressas, porque a imigração costuma ser exigente. Muito pode ser dito sobre a Alemanha, seu povo, sua cultura, sua organização ou sobre seus costumes, mas nada como vivenciar tudo isso estando lá. Para mais informações: www.brasil.diplo.de/Vertretung/brasilien/pt/Startseite.html

BOX
A rede de rodovias alemã autobahn é patrulhada por carros de polícia sem identificação e motos equipadas com câmeras de vídeo, o que permite a aplicação de leis (como andar muito perto do carro da frente) que muitas vezes são vistos em outros países e difíceis de provar em tribunais. Algumas leis:
- A faixa da direita deve ser usada quando esta está livre e a(s) faixa(s) da esquerda é(são) geralmente destinada(s) apenas para ultrapassagens; motoristas que utilizam a faixa da esquerda por períodos prolongados quando as outras faixas estão livres podem ser multados pela Autobahnpolizei (polícia rodoviária).
- Forçar pilotos lentos na pista da esquerda a mudarem de pista (mesmo que a estejam ocupando ilegalmente) ao lampejar o farol ou grudar na traseira do veículo pode ser considerado coação.
- Ultrapassagens pela direita é estritamente proibido, exceto em engarrafamentos, onde pode ser praticado com cautela. Até a velocidade de 60 km/h (37 mph) é permitido passar carros do lado direito, se a diferença de velocidade não for superior a 20 km/h (12 mph) ou o veículo na faixa da esquerda permanecer parado. Isto não é referido como ultrapassagem. Ultrapassar um veículo que ocupa ilegalmente a faixa da esquerda não é uma desculpa aceitável e, nesse caso, a polícia rotineiramente irá parar e multar ambos os motoristas. No entanto, exceções são e têm sido feitas.
- No caso de um engarrafamento, os motoristas têm que formar uma faixa de emergência para garantir que os serviços de emergência possam chegar ao local do acidente. Esta pista tem que ser formada entre a pista da esquerda e a pista ao lado desta.
- É ilegal parar, por qualquer razão, exceto para emergências e quando inevitáveis, como engarrafamento ou envolvimento em um acidente. Isso inclui paradas em faixas de emergência. Ficar sem combustível é considerado uma ocorrência evitável e o motorista será multado. Em alguns casos (se houver perigo para a vida e integridade física ou carros de propriedade e infraestrutura viária, por exemplo) também pode ser crime e o motorista pode receber pena de prisão (até 5 anos).
- Há uma obrigação que envolve resgate na Alemanha. Se houver um acidente, o motorista é obrigado a parar e ajudar sempre que for possível.
- Treinamento em primeiros socorros é obrigatório, a fim de obter uma carteira de motorista na Alemanha.
- Multas por andar muito perto do carro da frente foram aumentadas em maio de 2006. Velocidades superiores a 100 km/h (62 mph), mantendo-se menos de 30% da distância recomendada agora resulta em uma suspensão da carteira de motorista do infrator entre 1 e 3 meses. Então, agora, multas por ultrapassagem pelo lado direito ou na faixa de emergência podem não ser tão duras quanto a primeira. Condutores estrangeiros podem ser multados no local, suas licenças estrangeiras apreendidas e os acordos de aluguel de automóveis podem ser imediatamente cancelados.
- Devido à regulamentação legal (Straßenverkehrsordnung) é permitido piscar os faróis para indicar a intenção de ultrapassagem, mas a uma distância adequada do veículo da frente. Condução em distâncias insuficientes e piscando faróis é ilegal. O motorista pode ser multado por coação.
- Os pneus devem ser aprovados para velocidade máxima do veículo. Pneus para inverno (lama e neve), com velocidades mais baixas, são permitidos – o motorista tem que ter um adesivo em local visível para lembrar a velocidade máxima.
- Durante os meses de inverno, pneus de inverno são obrigatórios. Pneus para lama e neve ou “qualquer estação” são aceitáveis. O não cumprimento pode ter consequências legais em caso de acidente e irá resultar em problemas com a cobertura do seguro.

Fotos
  
  
  
  
  
  

Últimos comentários deixados

09/04/2014 - 17:25 - Wilson
Muito didático e esclarecedor o texto,gostaria de saber as lojas de aluguel de moto em Munique e Berlim. Wilramires@hotmail.com

23/06/2014 - 14:37 - Wilson
Muito bom o artigo. Detalhes importantes foram lembrados e para que leu, evitarão boas dores de cabeça ao viajar pela Alemanha.\r\nFaltou informar onde e como pode-se alugar uma moto em Munique.

17/08/2015 - 21:41 - Francisco
Gostaria de saber onde aluga moto BMW para este passeio. Abs


Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Dirt Action
Revista Bike Action