MOTO ACTION - MOTORCYCLE MAGAZINE
 Buscar: Em:
SuperBike Series Brasil cria nova cultura ao inserir categorias amadoras dentro da motovelocidade
 

  Fabio Adas, vencedor da categoria Pro-Amador na primeira etapa do Pirelli Mobil SuperBike
Jotta Santana  
09/03/2011

Lugar de piloto é na pista. Através desta expressão, muitos pilotos apontam o SuperBike Series como a competição ideal para ingressar no mundo da motovelocidade. Muitos deles começaram na motovelocidade arriscando perigosamente suas vidas nas largas e bem conservadas rodovias espalhadas pelo centro-sul do Brasil. Agora, com o campeonato, eles têm segurança e confiança para competir no local certo e extrair o limite de suas superbikes.

Fabio Adas, vencedor da categoria Pro-Amador na primeira etapa do Pirelli Mobil SuperBike, que aconteceu no domingo dia 27 de fevereiro em Interlagos, destacou durante a coletiva de imprensa a segurança da competição e a estrutura que ela oferece para quem deseja iniciar na modalidade. A opinião é a mesma em relação aos outros quatro colocados na prova da categoria e reforçada por José Luiz “Cachorrão” Teixeira, da SuperBike Pro.

“Lugar certo, de se acelerar é na pista. Duas semanas atrás perdi dois parceiraços e eu era um dos caras que mais chamavam para correr em Interlagos. A minha BMW, por exemplo, passa de 300, 320Km/h  dependendo da relação e, numa (rodovia) Bandeirantes, onde tem carro, outros fatores como guard rail, fica ainda mais perigoso. Enfim, estou cansado de falar e é muito triste isso. Temos de tirar esse pessoal da rua. Vamos conscientizar”, desabafou Cachorrão.

Já Gustavo Herrera, que foi o segundo colocado da Pro-AM no último final de semana, foi outro piloto a reforçar os pedidos dos apaixonados pelas superbikes a correrem nos autódromos. “O que o Cachorrão disse na coletiva, também venho fazendo como posso e já estou conscientizando os pilotos no Paraná, e já consegui fazer pelo menos uns dez a começarem a correr nos autódromos”, disse Herrera.
Outra característica do SuperBike Series Brasil são as divisões dentro das próprias categorias, como é o caso da categoria Master na 1000cc. Voltada para os pilotos acima dos cinquenta anos, a categoria possui grande visibilidade devido à faixa etária de seus integrantes, que se superam a cada prova.

Vários pilotos já entraram na competição pela categoria e, entre os destaques, encontram-se Ricardo Gornati, campeão do SuperBike Series em 2010, vencedor da prova de abertura em Interlagos e Paulinho Gabriel, campeão do Pirelli SuperBike no último ano. Na abertura do Pirelli Mobil a categoria teve no grid também a participação dos pilotos Marcelo Moraes e Levy Lopes.

A próxima etapa do SuperBike Series/Pirelli Mobil SuperBike acontece no dia 27 de março no autódromo de Interlagos, SP. O SuperBike Series Brasil tem a realização da MotoSchool. Patrocínio de Pirelli, Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Dia-Frag, TNT Energy Drink, Alpinestars, Brembo, Shark. Apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, São Paulo Turismo e ESPN Brasil.
 


Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *