Buscar: Em:
MotoGP - DIAS AGITADOS NOS TREINOS EM SEPANG
 

  Alvaro Bautista
MotoGP  
28/02/2014


Os primeiros testes do ano chegaram para a MotoGP e além de novidades como a “nova” Classe Open que entrou no lugar da CRT do ano passado, com novo sistema eletrônico Magneti Marelli, maior quantidade de combustível nos tanques, maior quantidade de trocas de motores durante o ano, estes são alguns dos detalhes que a nova classe Open terá de vantagens para esta temporada, fora isto ainda tiveram novos pneus Bridgestone que levaram pilotos e chefes de equipes a loucura.


Nestes três dias de testes a Honda do italiano Alvaro Bautista do team Go & Fun Honda Gresini foi a que liderou no primeiro dia com o tempo de 2:00.848 logo atrás, Aleix Espargaro da NGM Mobile Forward Racing (Class Open), Pol Espargaro do team Monster Yamaha Tech3, Andrea Dovizioso da equipe Ducati e em quinto Jorge Lorenzo da Yamaha, Pedrosa, Rossi, Bradl, Smith e Hayden completaram os dez primeiros colocados, um primeiro dia de acertos mas já mostrando alguns pilotos intermediários mostrando que estão afiados para esta temporada.


No segundo dia apesar de Dani Pedrosa do team Repsol Honda ter feito o melhor tempo com 2:00.039, Aleix Espargaro e Alvaro Bautista continuaram incomodando o reinado dos pilotos de fábrica, Rossi foi o quarto melhor, Dovizioso o quinto, Lorenzo apenas o nono !


O terceiro e último dia um empate entre Yamaha e Honda, Rossi e Pedrosa fizeram 1:59.999, apenas estes dois pilotos fizeram tempo abaixo dos dois minutos. Dovizioso manteve seu forte ritmo fechando em terceiro, Aleix Espargaro continua assombrando e finalizou em quarto e a esperança da Alemanha, Stefan Bradl com o quinto tempo, mais uma vez Lorenzo não foi bem sétimo para ele.


O resumo da ópera é que muita gente (Ducati e NGM de Aleix Espargaro) está adorando como vem transcorrendo estes primeiros testes do ano. Mas por outro lado começa a existir gritaria, principalmente da Yamaha com Rossi e Lorenzo reclamando muito dos novos pneus e também da nova eletrônica, a Honda também já ameaça os organizadores da Dorna sobre uma possível obrigação das equipes de fábrica terem que utilizar o software da Dorna para 2015, sendo assim a Honda diz que saí da MotoGP. Outro ponto que também trouxe desconforto a Yamaha e a Honda foi a escolha da Ducati em competir na classe Open, ou seja, este enredo esta longe de acabar. Um começo de temporada no mínimo empolgante e que se deve traduzir em emoção para as provas que veremos este ano.


Fotos
Dani Pedrosa  
MotoGP  
Valentino Rossi  
MotoGP  
Aleix Espargaro  
MotoGP  
Alvaro Bautista  
MotoGP  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Dirt Action
Revista Bike Action